Estamos percebendo uma grande oferta de milhas e pontos recentemente em conjunto com empecilhos para coibir a prática da venda de pontos com a inclusão de taxas de resgates já no programa TudoAzul e Latam Pass.

Mas afinal o que está acontecendo com esse mercado para isso? Estamos passando por um momento de muita dificuldade das empresas aéreas, e justamente o mecanismo que pode salvar essas empresas são os programas de fidelidade.

Ocorre que as empresas utilizaram nos últimos anos (a partir de 2014) para gerar um lucro absurdo em detrimento da fidelidade propriamente dita, estimulando negócios como produzir milhas e pontos para a revenda mesmo, embora nunca se pronunciassem a favor, mas toleravam tal prática de olhos fechados, única e simplesmente porque também estavam lucrando.

Porém as empresas perceberam que poderiam lucrar mais ainda se “sufocassem” esse comércio de milhas e pontos, e a partir de 2017 começaram a tomar atitudes para reduzir ou minimizar o impacto dessa atividade. Escrevemos sobre isso aqui e logo em seguida nossa previsão se concretizou.

Porém chegamos a um estágio que ninguém poderia ter antecipado, a Pandemia do novo corona vírus, e isso está causando um estrago nas cias aéreas. Com isso, estamos vendo de novo grandes bônus de bonificação, mas também temos a restrição de emissão de passagens por contas e novas taxas de resgate.

É nítido que as cias aéreas brasileiras querem estimular você a “investir” nos programas de fidelidade, porém dessa vez com travas, só que hoje estamos num cenário completamente diferente, onde simplesmente não é possível antecipar nada.

Então é um risco enorme que todos corremos ao comprar, transferir, ou aderir a clubes de milhas e pontos nesse momento, pois podemos ter 3 cenários no futuro:

Cenário otimista: Tudo passou e voltou ao normal, você está com milhas e pontos, porém terá dificuldade de usá-los em virtude da disponibilidade em função da oferta reduzida ou até mesmo por uma desvalorização das milhas/pontos para manter os programas saudáveis financeiramente.

Cenário pessimista: Insustentabilidade da cia aérea ou programa que irá desfalcar todo o valor de suas milhas e pontos.

É muito importante que você saiba que milhas e pontos NÃO são moedas e NÃO tem regulação, e isso representa um risco muito grande. Atualmente não é aconselhável a manter grandes somas de pontos acreditando que no futuro será possível tirar proveito disso, e um grande exemplo disso é a finada Avianca Brasil que levou milhões de pontos consigo, e inclusive milhões de reais também, tanto de pessoas físicas como de pessoas jurídicas que acreditaram ser possível ter um ganho em cima de toda aquela situação.

Outro exemplo de instabilidade é a instituição dessa taxa de resgate implementada pela Azul no dia de hoje, tanto para voos domésticos como para voos internacionais, sem qualquer aviso prévio.

A melhor forma de utilizar na atualidade milhas e pontos é para transações em curto prazo, do tipo transferiu e emitiu, ou então utilizar ferramentas como o viaje fácil do Smiles para “garantir” um bilhete e depois se preocupar em pagá-lo. 

Essa época na verdade é muito propícia para a educação com relação as milhas e pontos, de forma que você passe a entender como tudo isso funciona, estabelecendo um conhecimento de base para ser aplicado no futuro. 

Nós verificamos atualmente uma enorme quantidade de “cursos” e anúncios estimulando você a investir em milhas e pontos, quando o correto é você investir em conhecimento sobre milhas e pontos, como por exemplo aprender os alicerces que irão te permitir a desenvolver itinerários complexos, operações vantajosas, e tudo isso de acordo com o regulamento dos programas. 

Foi nessa linha que lançamos com muito orgulho a Enciclopédia das Milhas e Pontos, um material que visa educar você, e com um custo mais baixo que a taxa de resgate de um voo internacional da Azul e Latam. 

Lá você vai entender como funciona todo esse modelo e fazer aplicações de valor que retornam para você, sendo que num futuro próximo teremos uma novidade que irá te ajudar não só a maximizar seus pontos, mas também a gerar uma economia absurda nas suas viagens futuras.

Com a Enciclopédia você vai aprender de verdade sobre como operar milhas e pontos para viajar muito mais, conseguindo voar em cabines premium, sem gastar nada mais por isso, e até mesmo emitir passagens em cabines de classe executiva com valor menor do que o preço de uma passagem em classe econômica, o que é muito mais vantajoso do que fazer uma simples corretagem de milhas ou pontos. 

Enquanto essa situação pandêmica perdurar o ideal é você se resguardar e se quiser investir em algo, que o faça em conhecimento, que ninguém pode tirar de você. Não deixe de se inscrever no nosso canal do Youtube e grupo do Telegram para sempre receber as informações em primeira mão.