Ainda não existe nada oficial, mas o coordenador de resposta ao Covid da Casa Branca Jeff Zients afirmou que todos os viajantes para os Estados Unidos deverão apresentar um certificado de vacinação completo antes de embarcar em um voo com direção aos EUA.

Mesmo quem estiver vacinado terá de apresentar o resultado negativo do teste de RT-PCR, o que é um contrassenso, mas tudo bem. Não haverá necessidade de quarentena, mas todos deverão utilizar máscaras a bordo.

De acordo com o coordenador tal política será implementada no início de novembro, mas não deu detalhes de uma data específica, muito menos sobre quais vacinas serão aceitas, pois no momento somente 3 vacinas são aprovadas pelo CDC americano, a Pfizer, Moderna e Janssen. 

Ainda de acordo com o coordenador a lista de vacinas aceitas será divulgada antes da política entrar em ação. 

Os EUA estão com essas restrições há cerca de 18 meses e existe uma forte demanda pela sua retirada. 

Como dissemos aqui, tudo nesse momento é palavra do coordenador da Casa Branca e não existe nada oficial até esse ponto. Continuaremos monitorando a situação para trazer atualizações o mais breve possível.