Com o tema dos aviões elétricos invadindo o mundo, parece que o futuro da aviação está se preparando para decolar.

Certamente você já deve ter ouvido falar do boom iminente dos carros elétricos no mercado, mas sabia que os aviões elétricos também estão no horizonte – literalmente? Sim, a aviação elétrica é um tema de debate e o avião elétrico será o futuro do voo em todo o mundo. Os aviões elétricos também irão agitar o mercado aqui no Brasil.

O que são aviões elétricos? 

Embora possa pensar que nunca ouviu falar de aviões elétricos, provavelmente já conhece um tipo: drones. Sim, a maioria dos drones são aviões 100% elétricos e a indústria espera tirar proveito de seu sucesso.

 

Você verá com frequência dois tipos principais de aeronaves elétricas: Aviões de curta distância e veículos de decolagem e aterrissagem vertical (VTOL). A última categoria inclui drones.

Um dos maiores problemas que afetam o setor, e atualmente impede que esses aviões entrem em uma produção em grande escala a nível mundial, é a duração da bateria. Sim, todos nós sabemos o quão irritante pode ser ver a bateria do seu celular morrer! Agora imagine que esta é um avião – você pode ver o quão importante é resolver esse problema.

Estima-se que o problema da densidade da bateria seja resolvido (pelo menos para voos de curta distância) até 2030. Quando isso acontecer, provavelmente veremos pequenos aviões elétricos comerciais começando a operar voos de curta distância em todo o Brasil.


Por que aviões elétricos?
 

Por que os aviões elétricos estão sendo apontados como o próximo grande sucesso da aviação? Em termos simples, a tecnologia está evoluindo rapidamente e os especialistas afirmam que é muito melhor para o meio ambiente do que as aeronaves tradicionais. Com indivíduos e governos lutando para alcançar as metas de ajuda ao meio ambiente, é uma questão importante, as pessoas estão entusiasmadas com as possibilidades.

O objetivo das aeronaves elétricas é reduzir os custos operacionais e as emissões em mais de 75%. A Austrália, por exemplo, tem como objetivo operar 100% de aviões elétricos em voos de curta distância dentro de uma década.

A vantagem para as companhias aéreas e passageiros? Idealmente, isso reduziria o custo dos bilhetes e permitiria que as pessoas viajassem pelo mundo mais economicamente sem prejudicar o meio ambiente.

A indústria de voos de curta distância está prestes a mudar para sempre, já que os passageiros não precisarão mais se preocupar com o efeito prejudicial de seus vôos no planeta. Embora o foco tradicional tenha sido encontrar fontes alternativas de combustível, o avião elétrico pode drasticamente superar quaisquer poupanças que pudessem oferecer. os aviões movidos a baterias elétricas oferecerão eficiência, longevidade e respeito pelo meio ambiente.

Já existe uma empresa trabalhando na produção desses aviões elétricos e que sonha em ter o avião equivalente ao Tesla de Elon Musk. A magniX, sediada em Seattle, Washington, já lançou uma parceria com uma pequena companhia aérea canadense e espera estar no mercado dentro de alguns anos. Então, quem sabe não seja uma nova empresa brasileira a próxima a entrar em cena no mercado dos aviões elétricos?

*Esse é um artigo patrocinado.