As cias aéreas internacionais já estão aumentando a oferta de voos substancialmente, tanto as americanas como as europeias, mas ainda sim os voos estão saindo vazios e o custo de operação não é sustentável. Por que isso está ocorrendo?

Alguns acreditam que com a vacinação, ainda que tímida, em breve estaremos vendo mais passageiros voando, e que muitas restrições poderão começar a cair a partir de maio de 2021 tendo em vista a temporada de verão no hemisfério norte.

Existe também uma perspectiva da queda da restrição de 14 dias para os EUA em breve, que está com 1/3 já da população vacinada, e isso pode fazer com que muitos viagem para lá até mesmo para tomar a vacina por lá pagando. 

Acredita-se que os EUA estarão completamente imunizados até o fim de maio de 2021. Em consolidando-se esse cenário, não haveria mais motivos para restrição, muito pelo contrário, as restrições seriam danosas demasiadamente à economia norte-americana, como já está sendo.

A Europa já enfrenta um pouco mais de dificuldades com relação a vacina, mas está caminhando, sendo que tanto a Islândia e a Romênia já estão abertos para quem estiver completamente vacinado.

Voos estão retornando, e uma coisa é certa, essa situação irá passar, só não sabemos o tempo, mas se tivesse que chutar, diria que a normalização ocorrerá na temporada de verão de 2022, pois até lá ainda temos muito que resolver.

No entanto, você pode aproveitar esse momento para se preparar, e quando chegar a hora certa não perder a oportunidade. Assim que as condições melhorarem já teremos ainda mais ofertas e estando preparado você certamente poderá curtir um resgate como a Primeira Classe da Emirates que colocamos abaixo. Bom Domingo!