O jornal The New York Times acabou de divulgar que a União Européia permitirá a entrada de americanos vacinados ainda nesse verão. Você pode ver a reportagem completa clicando aqui.

Mas nós somos brasileiros, e não americanos, e como fica o nosso caso? Bom, a reportagem se refere apenas a medida que contemplará os americanos, mas daí surge a pergunta que certamente irá causar uma pressão mais tarde. Existe diferença entre americanos e brasileiros vacinados?

Obviamente que o bloco tem toda a autoridade para barrar os brasileiros de visitarem a Europa ainda nesse verão, mas se o fizerem, o farão com base em política e não em ciência, pois independente da nacionalidade do viajante, quem estiver vacinado completamente com as 2 doses NÃO transmite nem se agrava mais com o vírus.

Agora, existe um ponto muito importante nisso tudo, e que achamos bem válido. A União Européia somente permitirá a entrada daqueles que estiverem vacinados com vacinar autorizadas por agências européias, que nesse momento são as vacinas da Jansen, BioNTech, e Moderna.

Logo, mesmo que a Europa abra para brasileiros, quem estiver vacinado com a vacina da Sinovac e da AstraZeneca, a Coronavac e a Oxford, não poderá ingressar no velho continente, até que essas sejam aprovadas pela E.M.A. 

O mundo já ficou parado por muito tempo, e com muitos já vacinados realmente não tem porque mais ficar travando a economia. Só nos resta torcer agora para que nós brasileiros consigamos receber as vacinas num ritmo mais rápido possível.

E você? Acredita que EUA e Europa abram para brasileiros até o verão de 2021?