A Bloomberg acaba de publicar uma reportagem em que afirma que a Emirates e Etihad estão planejando uma fusão a qual criaria a maior cia aérea do mundo em tráfego de passageiros.

Essa fusão dependeria da aprovação dos sheikes dos Emirados de Dubai e Abu Dabhi, o que não deverá ser difícil de conseguir.

Caso essa fusão realmente aconteça será ruim para o mundo das milhas, já que prevaleceria a marca Emirates e isso acabaria com os resgates da Etihad que atualmente são possíveis com as milhas do AAdvantage.

Além disso o número de parceiros da Emirates é bem pequeno e restrito. Agora, sempre existe uma ponta de esperança, pois como a Emirates já é parceira da Qantas e com os embargos ao Qatar, a empresa pode ser uma possível candidata a aliança Oneworld.

Em se confirmando a fusão qual a sua perspectiva a respeito? Acha que irá melhorar ou piorar no que se refere a questão de uso das milhas para voos na “Nova Emirates”?

Lembramos que o Smiles além de não emitir prêmios em primeira classe para essa cia aérea, cobra valores exorbitantes para os voos em executiva e econômica.

FONTE: BLOOMBERG