O governos dos EUA decidiu hoje impor medidas restritivas de viagem para viajantes que transitaram pelo Brasil nos últimos 14 dias antes da entrada nos EUA a partir de 29 de maio de 2020 conforme noticia o g1 e você pode ler maiores detalhes clicando aqui.

A restrição não será aplicada a pessoas que residam nos Estados Unidos ou sejam casadas com um cidadão americano ou que tenha residência permanente no país, ou seja filho ou irmão destes, desde que tenha menos de 21 anos.

Membros de tripulações de companhias aéreas ou pessoas que ingressem no país a convite do governo dos EUA também estão isentas da proibição. 

É importante destacar que a medida não impede a entrada de brasileiros nos EUA, mas sim viajantes que estejam vindo do Brasil, ou seja, caso você esteja no México e queira ir aos EUA poderá ir sem problemas, ou seja, você pode passar 14 dias no México e seguir para os EUA sem problemas na admissão, pois “teoricamente” você terá feito sua quarentena no México.

Vale destacar que as cias aéreas americanas estavam planejando retornar ao solo brasileiro a partir já da próxima semana, porém isso deve ser adiado.

Também ainda veremos se a United irá manter a rota Houston  – São Paulo, ou se optará pelo seu cancelamento com a atual restrição, lembrando que o Governo Brasileiro já proíbe a entrada de estrangeiros de qualquer nacionalidade há quase 3 meses.

Cabe destacar que os números do Brasil apontam que apenas 0,2% da população está infectada, ou seja, é um número muito bom comparado com outros países, como por exemplo Reino Unido com 0,4% da população infectada, Espanha com 0,5% da população infectada, e EUA com 0,5% da população infectada. 

Então a situação dos EUA está 2x pior do que a do Brasil, exatamente assim como Reino Unido, Espanha e outros. Infelizmente a imprensa, não sei por qual motivo, está numa torcida absurda para o vírus, e é possível ver essa tendência nas manchetes antigas que previam situações catastróficas que não se confirmaram, onde tivemos um cientista que afirmou que poderíamos ter 100 milhões de mortos, o que corresponde a quase 50% da população, o que é claramente um terrorismo absurdo.

As medidas de isolamento social não funcionaram e só estão contribuindo para prejudicar o país, pois o índice de isolamento médio nacional não ficou acima de 60%, o que aponta que caso tudo estivesse funcionando normalmente teríamos 4x mais casos, o que ainda sim corresponderia a menos de 1% da população do nosso país.

Todas as informações acima são baseadas em fatos e números oficiais. Sem dúvidas essa pandemia é preocupante e deve ser combatida, porém é preciso desenvolver um método que não condene os 99% da população brasileira. 

Toda vida é importante e tem valor inestimável, pois esse é o bem mais importante que nós possuímos. Esperamos que a situação melhore o mais breve possível, e ficamos muito triste de observar que existem pessoas no mundo que se aproveitam dessa situação para praticar terrorismo com a intenção de ganhar “LIKES” e “VIEWS”, bem como perpetrar ações de corrupção para roubar dinheiro e “garantir” a reeleição. Isso só nos mostra que a praga do mundo não é um vírus, mas o próprio ser humano.

E como já dito aqui, em 2 ou 3 anos, tudo voltará ao normal, talvez até mesmo antes desse período, pois basta observar o passado e perceber como o homem é um ser previsível e está sempre repetindo a mesma conduta desde que temos registros de sua história. E será muito bom se estivermos errados, e você? O que acha que pode acontecer? Qual a sua perspectiva de melhora? Acredita que o isolamento realmente está funcionando? Deixe seu comentário de forma educada abaixo, pois sabemos que esse assunto é complexo e pode trazer um certo ânimo ao debate.