Depois de solicitar formulários e cartões de embarque em até 24h após o acesso à sala vip sob pena de cobrança, o banco inter mudou o seu regulamento limitando o acesso a apenas 6 acessos anuais gratuito, e logo em seguida cobrando 32 dólares o acesso. Você pode verificar essa informação oficial no site do Blog do Banco Inter ao final da página clicando aqui. Transcrevemos o trecho abaixo.

O acesso às Salas VIPs é gratuito?

As salas VIP espalhadas no Brasil e no mundo estão disponíveis para todos os clientes Inter que possuem o cartão Mastercard Black. Entretanto, existem algumas condições que você precisa ficar atento antes de utilizá-las. São elas:

  • Os clientes que fazem parte do relacionamento Inter Black, ou seja, que possuem uma carteira de investimentos entre R$ 250 mil e R$ 1 milhão, possuem acesso gratuito ilimitado às Salas VIPs;
  • Os clientes que possuem cartão black por assinarem o Duo Gourmet, por ter financiamento de imóvel com o Inter, por contratar um empréstimo com garantia de imóvel, por ter feito a portabilidade de financiamento imobiliário, por financiar a construção da casa, por fazer um empréstimo consignado a partir de R$ 100 mil ou por alguma outra promoção tem o acesso gratuito às Salas VIPs limitado a seis (6) vezes no ano. A partir do sétimo será cobrado o valor de US$ 32 a cada novo acesso.

Dispensa dizer que tal mudança é uma clara quebra de contrato e sequer publicaram qualquer tipo de aviso prévio. Como publicamos no artigo anterior, o banco fez uma oferta generosa e agora coloca empecilhos para o seu uso.

Então, já que o banco não os avisou, estejam cientes que você tem apenas 6 acessos anuais, caso você tenha conseguido o seu cartão Black na promoção DUO Gourmet, e se usar a mais será cobrado 32 dólares extra o acesso.

Isso é um verdadeiro absurdo, e depois ainda ficam se questionando porque o brasileiro judicializa tudo, e é justamente por causa disso, dessa insegurança contratual por parte das empresas que sempre abusam do consumidor.

E agora? O que você pretende fazer? Conte para nós como irá proceder com essa mudança sem aviso prévio por parte do Banco Inter. Como sempre deixamos o espaço aberto, caso o banco queira se pronunciar.