Não é a toa que os americanos tem um ditado para a American Airlines “Monkey See Monkey Do”, no sentido de que tudo que vê ela copia. A United alterou a forma de como se chega a categoria elite para 2020 passando a contar somente o gasto na cia aérea mais uma porção de trechos voados. 

A American não mudou sua qualificação elite ainda, mas no dia de hoje está enviando para vários membros dizendo que em 2020 será possível atingir a categoria elite apenas com o gasto na cia aérea, e os limites utilizados são exatamente os mesmos que a United Airlines lançou, vejam:

Isso pode mostrar qual a direção que a cia aérea tomará para a qualificação em 2021, e mais uma vez perde uma excelente oportunidade de inovar. É uma pena, principalmente para aquele que já foi o melhor programa de fidelidade do mundo. 

Se continuar copiando a United, o próximo passo é implementar a tabela de resgates com valor dinâmico, o que deixará o programa completamente desvalorizado. Será interessante verificar até onde essa ousadia para com a lealdade do cliente irá. O que você acha a respeito disso?