Geralmente quando saem essas promoções, muitos ficam eufóricos e já vão transferir direto. A maioria das pessoas se esquece que existe o fator da disponibilidade que atualmente vem atrapalhando muito a questão dos resgates.

Hoje teve “briga” na equipe aqui, Gil está desesperado para ir visitar Girona na Espanha, pois quer ir visitar onde foi filmado a “Walk of Atonement” do seriado Game of Thrones, e quase fez uma burrice, pois queria comprar 115 mil pontos do Sempre Presente por 6.785 Reais o que daria 230 mil na TAP, o suficiente para uma ida e volta a Barcelona em classe executiva, que com as taxas fica no valor final de aproximadamente 7.200 Reais.

A disponibilidade havia, porém ocorre que caso ele resolvesse comprar a mesma passagem pagante somente até Lisboa via Latam (Detalhe que ele é GOLD no AAdvantage) o valor sairia a 5.850 Reais já com as taxas inclusas, mais a passagem para Barcelona em separado daria um total de 6.150 Reais aproximadamente.

Ou seja, de um lado temos 1 bilhete ida e volta em classe executiva com o custo total de 7.200 reais que não irá render milhas e qualificação, e de outro o bilhete pagante em executiva Latam até Lisboa em conjunto com um ticket separado de econômica de Lisboa a Barcelona totalizando 6.150 Reais aproximadamente e que renderia 15 mil milhas AAdvantage mais qualificação. 

Se não fosse pelo Tiago achar essa tarifa e repassar pra ele a tempo, quase ele gastaria 1 mil reais a mais e não receberia nem milhas nem qualificação. Então é preciso sempre que receber a notícia parar e pensar, por mais atrativo que possa parecer, você pode gastar mais do que imagina, pois essa questão de milhas e pontos acabam enganando mesmo.

A única hora que você deve comprar sem pensar é quando surge uma passagem barata pagante, aí sim, nesse caso vale a compra até porque você pode reembolsar em 24h, diferentemente dos pontos do Sempre Presente.

E se caso ele tivesse os 115 mil pontos já no Sempre Presente? Valeria a pena? Acreditamos que mesmo assim não valeria a pena, porque esses pontos são valiosos e podem ser utilizado para uma outra emissão mais vantajosa ou mais complexa. 

Então fica o alerta para que mesmo em promoções relâmpagos de bônus vocês exercitem com parcimônia e vejam todas as possibilidades nesse grande espectro que abrange as possíveis formações de viagem. Gil certamente se arrependeria de ter transferido nesse caso específico. E você? Já transferiu com pressa pontos por bônus e se arrependeu depois? Compartilhe sua experiência nos comentários e deixe seu alerta para os colegas da comunidade. Boa Viagem.