A reportagem do G1, a qual você pode ler clicando aqui, acaba de divulgar que apesar de ainda não ter tido votação, a medida conta com o Aval do futuro Ministro da Economia Paulo Guedes.

É uma excelente notícia, não só pelo fato de isso poder salvar a Avianca Brasil, mas também por abrir as portas para empresas aéreas que tenham interesse de vir investir no Brasil.

Isso só tende a trazer mais oportunidades, concorrência e empregos ao setor. Será interessante ver como será a evolução do valor de despacho de bagagem quando surgirem outras cias aéreas para operar por aqui.