A Azul lançou esse mês o clube TudoAzul 20 mil, que custa 699 Reais por mês ou 675 Reais por mês se contratado por 1 ano ininterrupto.  A maior pergunta é: Vale a pena contratar?

Essa é uma resposta variável, porque esse clube é direcionado a um certo perfil de viajante, ou seja, vale a pena para poucos, mas não para a maioria.

Vamos considerar o Plano anual (8.100 Reais) para uma análise com um valor menor. Quais são as vantagens reais e materiais que advém com esse clube? Veja abaixo:

  • Status Diamante (Valor estimado em 1.500 Reais)
  • 240 mil pontos em 1 ano (Valor estimado em 5 mil reais)
  • 20% de bônus extras na transferência de pontos do cartão após 1 ano limitado a 20 mil pontos bônus (Valor estimado em 416 Reais)
  • Milhas em dobro em 2 destinos favoritos 

Para esse Clube se pagar, ou seja, ficar equilibrado é necessário que você transfira ao menos 100 mil pontos do cartão para receber a bonificação extra e que você voe ao menos o suficiente para gerar 40 mil pontos TudoAzul, ou seja um gasto em torno de 10 mil reais em passagens no ano considerando a pontuação de 4 pontos por real, que é a média da tarifa diamante.

O que isso quer dizer? Que esse Clube 20 mil é excelente para quem:

  • Voa muito com a Azul (Gasto mínimo de 10 mil reais ao ano)
  • … e só.

Qualquer outro perfil não vai conseguir fazer esse gasto de 8.100 reais anuais reverterem em valor para si. Obviamente que você vai conseguir algo de volta, mas estará no prejuízo no fim das contas.

É muito importante analisar tecnicamente e minuciosamente se vale a pena aderir ao clube em função dos seus benefícios, pois de que adianta você desembolsar quase 700 reais por mês para receber 500 reais em benefícios de volta?

*Um esclarecimento: Quem recebe o status diamante via Clube TudoAzul 20 mil não tem direito a passagem com acompanhante gratuito, devendo para isso se qualificar dentro das normas do programa com 20 mil pontos qualificáveis. Por isso não levamos essa situação em conta na nossa avaliação.