Finalmente a Accor inaugurou o seu novo programa de fidelidade ALL, que significa Accor Live Limitless, mas a verdade é quem muitos limites nesse novo programa. O ruim é que com o novo programa os clientes elite tiveram seu status desvalorizado.

Quando um programa muda é uma forma de desvalorizar a categoria elite do cliente, mas como? Veja a American quando lançou o Platinum Pro, ou o Latam Pass quando lançou o GOLD PLUS. Quando novas categorias elites são inseridas a intenção não é conceder mais benefícios, mas sim tirar benefícios das categorias abaixo.

O novo programa irá contar com nada menos do que 5 categorias elite: Silver, Gold, Platinum, Diamante (lançamento em 2020), e uma categoria por convite apenas ainda a ser divulgada. Com isso o benefício real do status Silver ficou sendo um check-out tardio, o do Gold um check-in antecipado OU check-out tardio e um upgrade de quarto mediante disponibilidade. Já o Platinum vai garantir o acesso ao lounge, caso esse exista no hotel em questão. 

Para chegar no Platinum serão necessárias 60 noites no mínimo, já no Gold 30 noites e no Silver 10. O Platinum que iniciará no próximo ano serão necessárias 75 noites, porém para quem se hospeda com tanta frequência os benefícios estão bem abaixo dos concorrentes Hilton, Marriot, Hyatt, que oferecem ao seu status TOP por exemplo café da manhã gratuito.

Agora, existe uma coisa boa, será possível ganhar pontos até mesmo quando você não está hospedado e o resgate não sofreu alterações, sendo 2 mil pontos equivalentes a um voucher de 40 euros. Com a cotação do dólar no atual patamar é bem vantajoso esse resgate ainda, principalmente quando você converte esses pontos com bônus vindo de programas de milhagem fracos como por exemplo o TudoAzul. 

Para conhecer todos os detalhes do novo programa clique aqui para ir direto no site oficial. Deixe sua opinião sobre o que achou.