Compartilho com vocês uma história interessante que ocorreu comigo no fim do ano passado. Desde que consegui meu primeiro cartão de crédito americano, nunca mais utilizei os cartões brasileiros fora do Brasil.

Ano passado eu fiz uma locação com a Hertz sem proteção alguma na cidade de Orlando por apenas 1 diária, pois era um voo de reposicionamento. O aluguel do carro com tudo incluso foi 23 dólares e paguei com o Amex TPC americano.

Devolvi o carro sem quaisquer problemas, todavia uma semana depois a Hertz Orlando entrou em contato comigo afirmando que eu havia danificado o carro, e enviou por email um relatório de danos para que eu preenchesse e assinasse.

É de responsabilidade da locadora inspecionar o veículo na devolução, e o mesmo foi inspecionado e a agente não havia encontrado nenhum dano, e também não me recordava de nenhum dano ao veículo, mas a Hertz insistiu que o dano havia sido feito por mim.

Recusei em assinar o relatório, e como a Hertz possui o cartão utilizado em arquivo fez um débito no valor de 1.600 dólares para cobrir o suposto dano causado por mim. Mesmo após ter argumentado que o carro foi recebido e inspecionado sem nenhuma observação, a Hertz procedeu o débito.

Então liguei para o cartão, pois o mesmo oferece assistência e proteção para aluguel de carro. Em menos de 30 segundos fui atendido. A agente do Amex pediu para eu descrever brevemente a situação, localizou o débito que a Hertz havia feito e suspendeu imediatamente. 

Então, como era a minha primeira vez utilizando o serviço, perguntei para a agente como era o procedimento, e a agente foi bem grossa comigo nesse momento afirmando radicalmente o seguinte: “SENHOR, O SENHOR PAGOU SUA LOCAÇÃO COM O AMEX TPC, AGORA ESSE É UM PROBLEMA DA AMEX COM A HERTZ, O DÉBITO FOI REMOVIDO. MAIS ALGUMA DÚVIDA?”.

Nunca fiquei tão feliz de ter tomado uma bronca no telefone, e isso me fez refletir o seguinte, enquanto a assistência nos EUA é eficaz, eficiente e simples, no Brasil é necessário emitir bilhete seguro, rezar para pegar um bom atendente e torcer para que não haja nenhuma exclusão. 

É incrível como as realidades em termos de assistência são diferentes, e desde então só alugo carro com o AMEX TPC americano. Alguém com cartão americano ou brasileiro já precisou utilizar o seguro? Se sim, conte nos comentários como foi sua experiência.