COMPARTILHAR VIA

Até que enfim uma interferência boa com relação ao consumidor, e já era tempo. De acordo com reportagem da revista Veja, o Secretário Nacional da Defesa do Consumidor, órgão ligado ao Ministério da Justiça, vai solicitar à ANAC mudança nas políticas de preços na venda de poltronas de avião. 

Toda interferência do governo na esfera particular é muito complicada, e a última, que foi a resolução 400 da ANAC, tem prejudicado inúmeros passageiros, porém essa ideia levantada pelo SENACON já é antiga, e muito bem vinda.

468 x 60 IMU Full Banner

De acordo com a entidade, os assentos de emergência não poderão ser cobrados como assento conforto, pois esses foram especificadamente feitos para saída de emergência, nada tendo a ver com conforto. Obviamente que existe um espaço maior, mas isso é em virtude de uma exigência de segurança obrigatória para as aeronaves.

Se isso se concretizar será uma vitória para os passageiros, pois é um absurdo as empresas aéreas tirarem proveito de uma situação como essa para cobrar mais caro. O Blog aplaude essa iniciativa. E você o que achou? Você acredita que o governo irá até o fim para favorecer os passageiros?

COMPARTILHAR VIA
Eloy da Fonseca Neto é Advogado, Blogueiro, e Consultor de Viagens. Tem um volume de viagens em torno de 500 mil milhas por ano, e após ter viajado por mais de 50 países divulga no Blog Mestre das Milhas a arte e o potencial de maximizar os ganhos com os diferentes programas de Fidelidade. É conhecido internacionalmente como  Líder em assuntos estratégicos sobre programas de milhagem! Já figurou em diversas reportagens na mídia brasileira e americana. Entre em contato através do email [email protected]