COMPARTILHAR VIA

Hoje recebemos a informação do leitor Eduardo Sado sobre uma reportagem na Isto É Dinheiro falando sobre o novo voo do Smiles. Você pode ler a reportagem completa clicando aqui.

A reportagem em si não relatou muitos fatos e sim esperanças e “rasgação” de seda, o que tende a levar você que a mesma pode ter sido paga, pois tem todo o esterótipo para tal.

Incrível que em momento algum a reportagem fala como a empresa lucra no Brasil e de onde vem esse lucro, mas vai dar tudo certo na Argentina sem qualquer tipo de estrutura montada.

De certa forma o Smiles dá certo no Brasil em grande parte devido a desinformação de sua base de clientes, a grande maioria dessas vinda da finada Varig (A Melhor empresa áerea do Mundo em seu tempo), e também em função da extensão territorial do Brasil que, mesmo com resgates absurdos, em tempos, é mais barato comprar milhas e fazer o resgate do que pagar a passagem em si.

A Argentina será um grande teste para o Smiles, uma vez que não haverá muita moeda de troca já que a GOL não opera dentro país, mas apenas ligando o mesmo ao Brasil.

Além disso a moeda da Argentina está desvalorizada o que pode não render muitas milhas Smiles no fim das contas. Imagine um cartão que dá 1 milha por dólar e maioria do povo não consegue ter uma fatura maior que 1 mil dólares por mês.

Uma coisa importantíssima que não foi dita na reportagem e nem vai ser é a questão do rombo da Gol que suga dinheiro do Smiles para tapar seu buraco operacional e esse dinheiro não volta para o programa, pelo menos até o presente momento nunca voltou, já que a GOL não saiu do vermelho ainda.

De qualquer forma será interessante como a Smiles vai implementar o produto de fidelidade no mercado argentino já que no Brasil a fidelidade morreu e atualmente o Smiles é no máximo uma ferramenta para voos com descontos.

O Smiles tinha tudo para ser o melhor programa do país, mas preferiu optar pelos lucros agressivos prejudicando seus clientes na disponibilidade e desvalorização das milhas no que o transforma atualmente num programa de cashback, mas longe de ser de fidelidade.

COMPARTILHAR VIA
Eloy da Fonseca Neto é apaixonado por viagens, e utiliza dos programas de fidelidade para levar sua família ao máximo de lugares possível. Criou o Blog Mestre das Milhas ao notar a falta de informações sobre pontos e milhas no Brasil, com a intenção de auxiliar a todos para que possam realizar cada vez mais viagens, e sempre ao lado de seus entes queridos.