COMPARTILHAR VIA

ATUALIZAÇÃO: A Latam modificou a tabela americana que pode ser achada clicando aqui.

Segue o pronunciamento oficial da Latam:

A LATAM Airlines Brasil informa que identificou um equívoco em tabela de resgate de pontos Multiplus no site internacional da companhia. A empresa esclarece que as informações já foram corrigidas.​

 

Parece que essa fusão não adiantou muito, pois trouxe mais problemas do que soluções. Os programas que deveriam ser um só ainda continuam separado mesmo com a integração com o Multiplus.

Na prática temos 3 programas, o Latam Pass, o Latam Fidelidade e o Multiplus. Isso está uma confusão só. Agora recebemos do leitor Raphael, residente nos EUA, que caso você abra uma conta pelo website da Latam EUA, mesmo senso brasileiro, mas com um endereço de lá, você receberá um número Latam Pass e Multiplus. 

Todas as regras do programa são idênticas com um exceção de um diferencial fantástica, uma tabela de resgate para parceiras da Oneworld muito mais generosa do que a tabela que é disponibilizada para nós brasileiros residentes no Brasil. Veja:

Essa é uma tabela justa que cobra mais de acordo com a distância voada e tipo de cabine, muito parecida com a tabela de resgate de Avios da British, porém mais generosa.

Perceba que um voo Brasil – EUA (3.151~6.250) você pagaria 21.750 pontos multiplus em econômica, 62.500 em executiva, e 78 mil em Primeira Classe. Na tabela do Latam Fidelidade esses números são 35 mil, 75 mil e 100 mil respectivamente.

Veja ainda que caso você decida fazer um voo intra-austrália em executiva, do tipo Sydney a Melbourne (351~500) você paga 5 mil pontos multiplus na econômica e 10 mil na executiva, mas na nossa tabela desembolsamos nada menos do que 25 mil pontos em econômica e 75 mil pontos em executiva, ou seja enquanto alguém com o mesmo programa residente nos EUA consegue emitir 7 tickets em business dentro da Austrália, você só consegue emitir apenas 1.

É um tanto preocupante verificar essa disparidade, uma vez que a cia aérea é uma só e deveria ter um programa só igual para todos os seus clientes. 

Isso acaba deixando o programa confuso e desequilibrado. Já conseguimos contato com a Latam e a empresa está apurando e deverá se pronunciar em breve sobre o tema. Enquanto isso deixe sua opinião nos comentários sobre o assunto.

COMPARTILHAR VIA
Eloy da Fonseca Neto é apaixonado por viagens, e utiliza dos programas de fidelidade para levar sua família ao máximo de lugares possível. Criou o Blog Mestre das Milhas ao notar a falta de informações sobre pontos e milhas no Brasil, com a intenção de auxiliar a todos para que possam realizar cada vez mais viagens, e sempre ao lado de seus entes queridos.