COMPARTILHAR VIA

Esse é um tema polêmico, mas a empresa está decidida, e com o atual judiciário que temos acredito que eles levarão vantagem. A Latam está enviando um comunicado para contas que identificou que já emitiu passagens para mais de 25 pessoas alertando para o que está por vir.

Já avisamos que com base no novo regulamento a história muda e tem data para mudar. Obviamente que existem pessoas que irão legitimamente desafiar essa conduta, mas não se esqueça que até você ser ouvido por um juiz serão alguns meses sem sua conta de fidelidade e a resposta pode não agradar você.

Ano passado avisamos que existia um movimento conjunto de todos os programas em frear a comercialização de milhas e a coisa tende a apertar cada vez mais. A nossa sugestão é caso você pretenda comercializar suas milhas vá ao Juizado Especial agora obter uma autorização judicial para tal sob pena de multa diária em face da empresa coatora. 

Nesse caso você fica protegido e caso a empresa interfira na sua conta estará sujeita a uma multa diária enquanto o bloqueio perdurar. É muito chato ter que ficar trazendo esse assunto pois sabemos se tratar de um tema polêmico que divide opiniões, mas também não podemos permitir que a empresa puna seus participantes por algo que nunca foi regulamentado em lei.

O Comércio de milhas prejudica o programa e seus clientes? Sim, isso é inquestionável, todavia a lei brasileira diz que o cidadão pode fazer tudo que não é proibido em lei, logo que façam lobby e passem uma lei pra proibir tal prática, mas o que não pode é uma empresa “legislar” em proveito próprio.

COMPARTILHAR VIA
Eloy da Fonseca Neto é apaixonado por viagens, e utiliza dos programas de fidelidade para levar sua família ao máximo de lugares possível. Criou o Blog Mestre das Milhas ao notar a falta de informações sobre pontos e milhas no Brasil, com a intenção de auxiliar a todos para que possam realizar cada vez mais viagens, e sempre ao lado de seus entes queridos.