COMPARTILHAR VIA

De acordo com o levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de economia da Fundação Getúlio Vargas na prévia do mês de Setembro a inflação foi pressionada pelo aumento no valor da passagem aérea que subiu nada menos que pouco mais de 7.5%. Vejam abaixo o trecho de reportagem da EBC Brasil.

“Em três dos oito grupos pesquisados houve aumento no ritmo de correção e o maior impacto sobre a inflação foi constatado em educação, leitura e recreação (de 0,50% para 0,92%). Essa alta foi provocada, principalmente, pelo avanço de preço da passagem aérea (de -3,39% para 4,20%).

Em reportagem do UOL do dia 21 de setembro é divulgado o seguinte título: “Preço de passagens cai de 7% a 30% após cobrança de bagagem, dizem empresas”.

Existe alguma inconsistência aí, como pode o valor da passagem cair de 7% a 30% e pressionar a alta da inflação em pouco mais de 7,5%? Não somos economistas, mas se a inflação subiu porque foi pressionada pela alta significativa no valor das passagens, como pode o valor ter caído? 

A reportagem ainda utilizou um “salvo-conduto” em seu título ao colocar no final “Dizem Empresas”, pois agora com a liberação dos dados oficiais pode-se verificar que tal artigo não condiz com a verdade. 

É triste ver grandes meios de comunicação propagando “fake news” em favor das empresas, quando na verdade deveriam investigar e trazer dados reais para a apreciação do público e em defesa e serviço deste.

Com esse resultado fica cada vez mais claro que a resolução 400 da ANAC foi um golpe no consumidor, e o Blog se envergonha de ter apoiado nessa medida por naquele momento acreditar que isso geraria concorrência.

Mas como diz o velho ditado “O pior cego é aquele que não quer enxergar”, estamos verificando que tal medida só veio a prejudicar os brasileiros, e mesmo não tendo o público do UOL, trazemos aqui os fatos e números reais em defesa dos consumidores, e desafiamos esse grande veículo a fazer o mesmo, já que tem uma penetração muito maior que nosso simples Blog.

Quem trouxe essa pauta para nós foi um leitor que assim como a Equipe do Blog fica consternado de assistir a grande mídia em defesa das empresas utilizando dados que não condizem com a realidade para gerar uma cortina de fumaça para fazer o público acreditar em algo que não está acontecendo, a queda do valor das passagens aéreas. Fica a questão: Em quem você acredita? Na “grande mídia” ou na FGV?


 

COMPARTILHAR VIA
Eloy da Fonseca Neto é Advogado, Blogueiro, e Consultor de Viagens. Tem um volume de viagens em torno de 500 mil milhas por ano, e após ter viajado por mais de 50 países divulga no Blog Mestre das Milhas a arte e o potencial de maximizar os ganhos com os diferentes programas de Fidelidade. É conhecido internacionalmente como  Líder em assuntos estratégicos sobre programas de milhagem! Já figurou em diversas reportagens na mídia brasileira e americana. Entre em contato através do email [email protected]