COMPARTILHAR VIA

O Flying Blue, programa de fidelidade da Air France e KLM, anunciou hoje renovações que virão a partir do dia 1º de Abril de 2018, logo não ache que será mentira quando houver as alterações na data especificada.

O programa passará a ser no modelo revenue, o que será muito bom para os Europeus, e péssimo para os viajantes internacionais. Já explicamos aqui que o programa Revenue é excelente para quem viaja distâncias pequenas, e péssimo para quem viaja distâncias grandes. 

No Brasil, a implementação do revenue começou com o TudoAzul e depois pelo Smiles, o que foi uma estratégia “burra” por parte da empresa, pois permite que o cliente acumule muito mais pontos do que antes, o que teve como consequência a inflação da tabela de resgate nos dois programas tornando assim os pontos desses dois programas os mais desvalorizados dos programas brasileiros.

É dito “burra” porque no modelo que o Flying Blue opera assim como o TudoAzul e Smiles, o número de pontos máximo que um passageiro poderia receber seria estourando 6 mil pontos por voo no elite máximo na distância máxima, porém como é hoje no Smiles e TudoAzul, sendo possível acumular até 10 mil pontos no trecho RJ-SP a depender do valor da passagem, ocorrerá o mesmo com o Flying Blue.

Interessante que a aposta no revenue vem crescendo, em contraste com a receita nos programas de fidelidade. Todos que adotaram o revenue, com exceção das Low Costs, estão sucumbindo para trazer negócio para suas empresas, e tivemos dois exemplos de programas que estarão revertendo essas mudanças num futuro próximo, o programa da Air Canada e da Cathay Pacific.

Obviamente que do ponto de vista do Brasileiro, a melhor maneira de acumular pontos voando Air France é enviar para o Smiles, pois você irá receber muito mais pontos, e mesmo com uma tabela desvalorizada, ainda sim é possível encontrar algumas oportunidades muito boa de resgate.

Mas vamos a notícia, a partir de 1º de Abril de 2018, caso você decida enviar suas milhas para o Flying Blue, irá receber 1 ponto por EURO gasto, a saber que as categorias elites receberão 4 pontos se for Ivory, 6 pontos se for Silver, 7 pontos se for GOLD, e 8 pontos se for Platinum.

As milhas também não irão expirar desde que você faça um voo uma vez ao menos a cada 2 anos com a Air France KLM, suas parceiras ou a integrantes da aliança SKYTEAM. Também será possível adiar a validade das milhas por mais 2 anos caso você receba milhas de qualquer parceiro de compras, aluguel de carro, ou qualquer forma de acúmulo qualificadora.

Foi lançado um vídeo que retransmitimos abaixo, e para maiores informações você pode consultar a página oficial que se encontra em inglês nesse momento, o que não deve ser problema algum, pois você pode utilizar o google tradutor para traduzir o documento para você. E aí? O que você achou? Você usava ou pretende usar o Flying Blue?

COMPARTILHAR VIA
Eloy da Fonseca Neto é Advogado, Blogueiro, e Consultor de Viagens. Tem um volume de viagens em torno de 500 mil milhas por ano, e após ter viajado por mais de 50 países divulga no Blog Mestre das Milhas a arte e o potencial de maximizar os ganhos com os diferentes programas de Fidelidade. É conhecido internacionalmente como  Líder em assuntos estratégicos sobre programas de milhagem! Já figurou em diversas reportagens na mídia brasileira e americana. Entre em contato através do email [email protected]