COMPARTILHAR VIA

O portal UOL tem feito entrevistas com os CEOs dos programas de fidelidade e cias aéreas, e hoje foi a vez do Roberto Medeiros, presidente da Multiplus, e que foi a melhor de todas até o presente momento.

Diferentemente de outros entrevistados, o presidente se mostrou preocupado em estimular o programa de fidelidade em prol do consumidor. Afirmou que um gasto de 1.400 reais por mês é quase certo em conseguir uma viagem gratuita ao fim de um ano, o que é verdade.

Ele foi o único entrevistado a explicar e dar dicas de como aproveitar as parcerias em prática para acumular pontos ou milhas, e perceba que essas dicas não servem somente ao Multiplus, mas a todos os programas de fidelidade.

Agora, considero que ele cometeu um equívoco numa assertiva, quando disse que a esposa foi a Milão com 55 mil pontos, e conseguiu esses pontos apenas abastecendo o carro durante o ano. Isso foi um pouco forçado. Ela deve ter comprado pontos nas transferências do Km de Vantagem, que para gerar 55 mil pontos fez ela gastar no mínimo 5 mil reais, e mesmo assim 55 mil pontos só da pra ir, e não voltar, mas até aí tudo bem, porque ele não citou uma viagem de ida e volta. Mas diferentemente do que ele disse, NÃO FOI QUASE DE GRAÇA.

No caso acima, até poderia ser, se não houvesse taxa de transferência dos Kms de Vantagens para o Multiplus, ou ainda se ela não utlizou a rede Ipiranga, pois estamos especulando aqui que tenha sido isso, uma vez que para juntar 55 mil pontos no Multiplus só de combustível, no melhor cartão com a melhor promoção, seria um gasto de no mínimo 30 mil, o que até é possível se ela for taxista, ou empresária de transporte.

Apesar do exagero desse relato específico acima, a entrevista foi de longe a melhor entre todos os que passaram até o momento.  Você percebe a preocupação dele em transmitir que é possível, mesmo com baixo orçamento, você tirar vantagens do seus pontos.

Além disso as dicas que ele posicionou no artigo são sensacionais, parece até copiadas de nós, pois sempre estamos pregando aqui para se tiver que comprar, espere uma promoção de parceiros e acumule pontos, nunca use dinheiro ou cheque, sempre veja a possibilidade de receber milhas por suas transações, e por fim nunca guarde seus pontos.

Ou seja, o Presidente da Multiplus, parecia até um autor do Mestre das Milhas, retirando o caso da esposa que viajou para Milão com 55 mil pontos de combustível, mas no restante, foi brilhante a entrevista, não só ajudando os leitores a enxergarem as oportunidades que as milhas e pontos trazem, mas estimulando a todos a utilizarem seus pontos, de forma que não permitam que os mesmos expirem.

Parabéns para o CEO da Multiplus, que foi o primeiro entrevistado do UOL, que demonstrou preocupação com sua base de clientes, e vontade em ajudar a todos conseguirem economias, ou viagens através do uso de pontos. Nós gostamos muito da entrevista, e você? O que achou?

Você pode ler a entrevista completa clicando aqui.

COMPARTILHAR VIA
Eloy da Fonseca Neto é apaixonado por viagens, e utiliza dos programas de fidelidade para levar sua família ao máximo de lugares possível. Criou o Blog Mestre das Milhas ao notar a falta de informações sobre pontos e milhas no Brasil, com a intenção de auxiliar a todos para que possam realizar cada vez mais viagens, e sempre ao lado de seus entes queridos.