COMPARTILHAR VIA
Programa Amigo

Ontem trouxemos em primeira mão a revelação da nova tabela do amigo da Avianca Brasil, porém alguns ainda ficaram confusos, pois ainda sim é possível utilizar uma ou outra tabela neste momento.

Certamente a tabela antiga fixa deve cair em breve, já que a nova dinâmica já está valendo. Mas será que ficará melhor ou pior para você? Vamos ver alguns exemplos abaixo, sendo o primeiro uma viagem de Porto Alegre a Fortaleza dia 20 de Setembro de 2017.

Vocês podem perceber que na nova tabela o valor mais em conta é 17.200 pontos, enquanto que na tabela antiga o valor mais baixo é 10 mil pontos. Já no prêmio todo dia, a tabela nova cobra 36.300 pontos, enquanto que a antiga cobra 20 mil pontos.

Fica óbvio nesse exemplo que a coisa vai piorar, mas vejamos outro exemplo com valores mais baratos, como por exemplo na ponte aérea Rio – São Paulo no dia 10 de Novembro. Vejam abaixo.

Vejam que nesse caso exposto acima, a situação se inverte, e a tabela nova fica mais vantajosa do que a tabela acima, mas será que isso é bom? Não necessariamente, pois para que a tabela dinâmica apresente esses valores baixos de 4 mil pontos, a tarifa deve estar muito baixa, veja a tabela para valores em dinheiro a baixo.

Vejam que você tem a opção de pagar 4 mil pontos ou 129 Reais mais taxas de embarque. Particularmente, o que acreditamos ser melhor é gastar os 129 Reais mais taxas, economizar os pontos e ainda receber mais pontos, o que ainda conta para qualificação elite. 

Vamos ver agora o exemplo de quem compra milhas nas terceirizadas, onde o valor das milhas da Avianca está em 27 reais 1.000 pontos, logo 4 mil pontos são 108 Reais mais taxas. Será que o passageiro vai preferir comprar milhas ou tarifa no site da empresa aérea?

Então, a maioria das variáveis, e outros cenários que simulamos, mas não estão apresentados aqui, mostram que no final essa alteração será ruim para o passageiro frequente. Além disso, ninguém pode garantir que esses valores de estréia da nova tabela se manterão no futuro, logo, para quem tiver necessidade, recomendamos tirar proveito da tabela antiga enquanto é tempo, obviamente se essa for melhor para você nesse momento. 

E você? O que acha no final das contas? Concorda ou discorda da nossa avaliação?

 

COMPARTILHAR VIA
Eloy da Fonseca Neto é Advogado, Blogueiro, e Consultor de Viagens. Tem um volume de viagens em torno de 500 mil milhas por ano, e após ter viajado por mais de 50 países divulga no Blog Mestre das Milhas a arte e o potencial de maximizar os ganhos com os diferentes programas de Fidelidade. É conhecido internacionalmente como  Líder em assuntos estratégicos sobre programas de milhagem! Já figurou em diversas reportagens na mídia brasileira e americana. Entre em contato através do email [email protected]