COMPARTILHAR VIA

A Avianca anunciou ontem sua mais nova ferramenta, que já existe em diversas aéreas do mundo, e não funciona bem. Trata-se do programa Dream Up que cria uma espécie de leilão digital e concede upgrade para o maior lance antes do voo.

Para entender todo o funcionamento e requisitos de elegibilidade acesse o site oficial clicando aqui. Já adiantamos que bilhetes com pontos não podem participar do leilão. Mas por que a ferramenta é obsoleta e fracassada?

Esse “truque” surgiu já há alguns anos quando a administração de algumas aéreas queria monetizar e otimizar o upgrade. Todo mundo gosta de um upgrade, e estabelecer um preço fixo poderia trazer prejuízos para um voo com uma alta demanda. A Iberia foi a primeira a introduzir esse conceito no Brasil, mas foi um fracasso.

Esse mecanismo não dá certo porque é melhor pagar um classe executiva e receber todas as vantagens da reserva do que simplesmente mudar a cabine mediante o pagamento extra. Na maioria dos casos, para conseguir o upgrade o passageiro poderá desembolsar mais do que o valor da classe executiva. 

Como exemplo podemos citar a oferta do Rio de Janeiro a Miami por 4 mil reais em classe executiva ocorrida há 2 semanas atrás. Se você comprar uma classe econômica e vender o leilão de upgrade na ida e na volta poderá desembolsar um valor maior que 5 mil reais, isso porque as classes econômicas super promocionais não estão disponíveis para participar do leilão, assim como as passagens emitidas com pontos.

A falta de transparência é também um empecilho como já verificado em outras cias aéreas, e a depender de sua oferta, por exemplo 50 reais, mesmo que a classe executiva esteja vazia, a cia aérea não aceita e diz que você não venceu o leilão, e você ao entrar no avião constata vários assentos vazios na executiva.

É cedo para dizer se no entanto tal ferramenta irá funcionar no Brasil, mas meu palpite é que não, ou irá causar certa confusão, primeiro porque é muito mais barato fazer upgrades utilizando pontos, ou ainda aproveitar promoção de pontos e emitir direto na executiva. 

Além de tudo isso, ainda sim existem boas ofertas para viajar na classe executiva pagante de forma sazonal. É mais uma opção sem dúvida, mas sem transparência fica difícil de saber se vale a pena utilizar ou não. E você? Pretende fazer uso dessa ferramenta?



Novidade 728x90

COMPARTILHAR VIA
Eloy da Fonseca Neto é apaixonado por viagens, e utiliza dos programas de fidelidade para levar sua família ao máximo de lugares possível. Criou o Blog Mestre das Milhas ao notar a falta de informações sobre pontos e milhas no Brasil, com a intenção de auxiliar a todos para que possam realizar cada vez mais viagens, e sempre ao lado de seus entes queridos.